Notícias

45 MINUTOS

Monólogos em São Paulo convidam plateia à reflexão

Espetáculos apenas com um personagem se destacam nos palcos da cidade. Sugerimos três: 'Sonho de um Homem Ridículo', Árvore Seca' e a peça '45 minutos'

0

Pedro Katchborian

29 Julho 2011 | 19h00

O Estação Férias já trouxe diferentes sugestões de peças de teatro para você aproveitar no final de semana. Comédias, dramas e musicais foram alguns que já passaram por aqui.  Pensando em algo diferente, reunimos três monólogos em São Paulo. São três opções em que só há um personagem que dialoga com a plateia e convida todos a reflexão.

Baseado em um conto de Dostoiévski, ‘Sonho de um Homem Ridículo’  já esteve nos palcos em 2005. A peça está de volta no Teatro Ágora, em São Paulo. O espetáculo conta a história de um funcionário público solitário e frustrado que resolve se matar. Acaba conhecendo uma menina que lhe pede ajuda e seus planos falham.

O personagem dorme e acaba sonhando com a própria morte. O sonho se mistura com a realidade e o homem já não sabe onde está.  O monólogo, encenado por Celso Frateschi, é dirigido por Roberto Lage e exibido aos domingos às 19h.


A peça interpretada por Celso Frateschi reestreou neste ano (Div)

Outro monólogo que vem fazendo sucesso nos palcos é a montagem ‘Árvore Seca’, de Alexandre Sansão. A atriz Ester Laccava interpreta uma nordestina que tenta lutar contra a esterelidade, a deficiência do filho adotivo e a tristeza de seu relacionamento com seu marido.

O espetáculo narrado em primeira pessoa vai desde o nascimento da personagem até sua velhice e em versos rimados, tenta extrair algo bom das desgraças vividas pela nordestina. Com direção de Leandro Goddinho e Antônio Vanfill, a peça tem sua última semana de exibição, ficando em cartaz até dia 31.


Ester Laccava é a estrela do monólogo dramático Árvore Seca (Div)

Destaque também nos palcos de São Paulo, Caco Ciocler traz uma autorreflexão sobre o teatro em ‘45 minutos’. A peça fica em cartaz até dia 14 de agosto, no Centro Cultural São Paulo.

Numa exploração da metalinguagem que busca discutir o papel dos espetáculos através de um homem insatisfeito por estar ali, em um cenário vazio e escuro. O personagem vive nos fundos de um teatro e toda noite precisa entreter o público.


Caco Ciocler fala sobre a crise do teatro em ’45 minutos’ (Div)

______________________

SERVIÇO

Sonho de um Homem Ridículo

ONDE: Ágora Teatro Sala Gianni Ratto – R. Rui Barbosa, 672 – Bela Vista
Tel: (11) 3284-0290
QUANDO: domingos, às 19h, até 18/9
QUANTO: R$ 30 (meia-entrada R$15)
Estacionamento conveniado a R$ 5,00 na Rua Rui Barbosa, 714
Venda de ingressos pela bilheteria ou pelo site http://www.ingresso.com.br/

Árvore Seca

ONDE: Espaço Vitrine do Teatro Imprensa – Rua Jaceguai, 400
Tel.: (011) 3241-4203
QUANDO: até dia 31/07, às sextas e sábados às 21h00 e domingos às 19h00
QUANTO: R$ 30,00 (meia-entrada R$15,00)
Venda de ingressos pela bilheteria ou pelo site http://www.ingresso.com.br/

45 minutos

ONDE: Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000
Tel.: (011) 3397-4002 / (011) 3383-3402
QUANDO: de quinta a sábado às 21h00 e domingos às 20h00
QUANTO: R$ 20,00 (meia-entrada R$10,00)
Venda na bilheteria da casa ou pelo site www.ingresso.com.br
Para mais informações do monólogo clique aqui

Encontrou algum erro? Entre em contato